quarta-feira, 6 de abril de 2011

Colocando a carroça na frente dos cavalos...

A tempos não escrevo, meio que um bloqueio criativo, meio que falta de tempo devido a função assumida, mas whatever.

Que a velocidade de desenvolvimento e mudança das empresas hoje é muito maior do que a anos atrás, isso não é novidade, inclusive, li recentemente um texto de Tulio Paiva sobre isso... Mas, com a média de velocidade do mercado subindo, exigindo cada vez mais mudanças rápidas, vejo que em grandes empresas, que são mais lentas pelo tamanho da estrutura que tem, torna-se cada vez mais comum colocar a carroça na frente dos cavalos...


Pois então, a tempos atrás, na minha faculdade, fiz um trabalho sobre "Gestão de Mudanças" e vejo, que, com as mudanças sendo cada vez mais comuns, essa gestão deveria ser mais comum, mas não é... as empresas não realizam um efetiva gestão para as mudanças, não preparam terreno, não criam estrutura para suportar a mudança, e ainda assim, assumem desafios e metas altíssimas como se fossem comprar pão na padaria.

Funciona assim: O Staff determina, a partir de hoje vamos atender nossos clientes plantando bananeira. Pronto, é norma. Mas e o resto? Alguém pesquisou se todos os funcionários estão aptos a ficar de ponta cabeça? Alguém resolveu dar esse treinamento? Alguém perguntou aos clientes se eles preferem ser atendidos assim? E se o atendente tiver chulé? E se a cliente vier de saia?

"Não, não dá tempo de estruturar tudo isso, o mercado é muito dinâmico e as mudanças tem que ser rápidas." Me poupe... em geral, as empresas vão gastar mais tempo e dinheiro fazendo acertos nos processos mal planejados e mal implantados pela desculpa da "velocidade do mercado".

Exagero de exemplo, claro! Mas é por ai que funciona...

Isso tudo, além de gerar custos "não previstos" (pois não estavam no planejamento), gera um outro custo, o custo da desmotivação, que esse artigo explica bem.

Portanto, senhores, façam a gestão da mudança... Planejem os cenários, criem estrutura, implantem a mudança e acompanhem os resultados.

E sim, mandem seus chefes estudarem TGA (Teoria Geral da Administração)... a maioria precisa...

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seus comentários / críticas / elogios.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.