quarta-feira, 16 de junho de 2010

Nós Moldamos o Mercado, ou o Mercado é que nos molda?


Esses dias, com todo o murmurinhos criado pela copa, uma colega de trabalho me diz: Você lembra meu filho, não está nem aí pro futebol... Acompanhando o twitter de muita gente, também vejo pessoas que não esquentam com o futebol e estão doidos pra essa história de Copa do Mundo acabar, e cada vez mais noto isso ser MUITO comum na minha geração...

Contudo, não vou negar, todo o "clima" criado pelo evento, desde o marketing geral, bolões, até mesmo ao "ar" que a época inspira, me fez, talvez pela oportunidade, de alguma forma, ver alguns jogos, e para minha surpresa, de alguém que não gosta de futebol, não suporta aquela lenga-lenga do campeonato brasileiro, estou gostando de ver alguns jogos...

Daí parei e pensei: Mas afinal, se minha geração é tão assim "anti-futebol", nos próximos anos o mercado vai mudar por nossa causa ou "agua mole e pedra dura tanto bate até que fura" que acabaremos sendo moldados por essa indústria milhonária que é o futebol mundial?


Vamos lá. Sabe aqueles ditados populares que a gente cansa de ouvir, do tipo "Diga-me com quem andas que te direi quem és"? Pois é... esses ditados nada mais são do que o resumo de um estudo que diz que somos resultado do meio em que vivemos. Segundo Aragão (2006 - e não... não é o Didi):

“A antropossociogênese tem estudado a hominização como processo imerso na história natural de onde emerge a cultura. Esse é um processo multidemensional e constituído por interelações, interações e interferências neste os fatores genéticos, ecológicos praxistas, cerebrais, sociais e culturais”. (Aragão, Marta Genú Soares. Motricidade Humana, cultura e sociedade: contribuições para a saúde - 2006)

Entendeu?!?? Nem eu! Mas o que isso quer dizer é que somos o que somos e continuamos nos desenvolvendo como seres humanos moldados pelas nossas interações com fatores genéticos (nossa formação biológica, proveniente de nossos pais e toda a cadeia de procriação envolvida antes deles), ecológicos (meio ambiente onde vivemos, calor, frio, muita comida, pouca comida, etc), sociais (as pessoas que te cercam) e culturais (a cultura em que está inserido).

É tipo a teoria Fringe: Você seria uma pessoa completamente diferente se estivesse em uma realidade paralela, se tivesse outros amigos, nascido em outro país, outras escolhas, etc, e obviamente o mundo seria diferente.

Pois bem, o que isso tem a ver com a Copa?

A copa está interligada diretamente aos fatores sociais e culturais... e esses a mídia (seja qual for), que inegavelmente está sempre envolvida com a formação "cultural" da sociedade!

Porra, vivemos no país do futebol!
Porra, temos os colegas de trabalho comentando sobre a copa TODO dia!
Porra, TUDO agora é sobre a Copa e suas malditas Vuvuzelas!

Tem como ficar de fora? Claro! Eremitas uni-vos!

No final das contas, é tudo sobre dinheiro? Dinheiro compra midia, que cria cultura, que gera dinheiro? Haja teoria da conspiração!

Afinal, nós moldamos o mercado, ou o mercado é que nos molda??? O que acha??

3 comentários:

Alcure disse...

Indústria milhonária? Eles tem milhões de milhos? lol

bonnna, generval v. disse...

fiquei aliviado quando passada a citação você começou o parágrafo com "Entendeu?!?? Nem eu!". até porque eu meio que desisti de ler a citação. hahaha

odeio o "dever cívico" de torcer para a seleção. assisti dois filmes durante o jogo passado. devo estar escalando durante o próximo.

mas devo admitir que torço bastante para a Argentina ganhar, por ser um ótimo tapa na cara de quem faz questão de exibir o orgulho nacionalista apenas em ocasião de copa/olimpíada. prefiro muito mais permanecer sem orgulho algum de minha nação em tempo integral.

e quanto menos tempo de Brasil na copa, melhor! os jornais/telejornais desviam seu foco e mostram um pouco mais do Brasil que estamos acostumados a não nos orgulhar nos demais dias de nossa vida.

arriba, hermanos!

cHiPs disse...

Diga-se de passagem... apesar de ser importante o sentimento de "pertencer" a um grupo... o sentimentozinho besta esse tal de nacionalismo enrrustido do brasileiro!

Postar um comentário

Deixe seus comentários / críticas / elogios.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.