sábado, 5 de dezembro de 2009

Leitura dinâmica

A leitura é algo inevitável, e por conta disso é extremamente importante. Mas muita gente não gosta de ler. Será que não gostam ou não sabem ler corretamente?
Em 2006 fiz um curso de leitura dinâmica e memorização que salvou o meu futuro. Digo isso porque eu sempre gostei de ler. Comprava livros, pegava na biblioteca ou emprestado com amigos, enfim, eu sempre estava lendo alguma coisa. Mas já havia alguns meses que eu não me interessava tanto pela leitura. Eu lia 2 ou 3 páginas de um livro, e já ficava cansado, além de não conseguir entender muito bem o que eu tinha acabado de ler. Comecei a ficar preocupado, afinal eu tinha acabado de entrar na faculdade de Direito, curso esse que demanda muita leitura. Por sorte, apareceu na minha cidade o tal curso de leitura dinâmica e memorização, e a partir daqui farei breves comentários de algumas coisas abordadas nele.

A maioria das pessoas lê da maneira errada. E qual é a maneira errada?
  • ler falando as palavras (vocalizando);
  • falar as palavras lidas em sua mente (subvocalização);
  • ler letra por letra, sílaba por sílaba;
  • mexer a cabeça para acompanhar o texto.
Você vai dizer: Mas eu faço exatamente isso! Dá pra ler de outro jeito?
Sim.
Não é possível ensinar a vocês as técnicas da leitura dinâmica em apenas um post, por isso vou passar as idéias pra terem uma noção.
  • fazer o caminho LIVRO - OLHOS - MENTE, sem pronunciar as palavras lidas (tanto com a boca quanto com a mente). Ao olhar a palavra, é como se você olhasse uma figura, e seu cérebro já a reconhesse.
  • leia grupos de palavras, de maneira rápida, e seu cérebro irá organizá-las. É mais fácil organizar grupos de palavras do que organizar sílabas, que formarão as palavras, e só aí seu cérebro montará a idéia.
  • para ler, mexa apenas seus olhos. Sente com a postura ereta. Não se incline sobre o livro, traga o livro até você, deixando-o inclinado num ângulo aproximado de 45 graus. Isso já reduz muito o cansaço da leitura.
  • a leitura é feita com rápidas pausas dos olhos. Os olhos fixam num ponto onde será possível visualizar mais de uma palavra ao mesmo tempo. Após uma rápida visualização (menos de meio segundo), os olhos fixarão em um ponto adiante do texto. É como se os olhos "corressem" sobre o texto.
Esses são os princípios, mas não é possível desenvolver a leitura dinâmica apenas com eles . O ideal é ter acompanhamento profissional, pois há vários detalhes a serem observados. Falando assim, rapidamente, parece algo absurdo e difícil. Claro, é necessário uma certa dedicação ao treino, mas não é nada impossível. E mesmo lendo mais rápido, você aproveita muito mais a leitura.


Resumindo a reza: se você lê muito devagar, ou precisa reler várias vezes a mesma coisa pra entender, ou simplesmente não gosta de ler, recomendo procurar um curso BOM de leitura dinâmica (existem alguns cursos meia-boca por aí). Talvez isso resolva o seu problema. Resolveu o meu.

2 comentários:

malk disse...

Melhor post do blog até o momento.

Elisa França disse...

Esses dias, eu estava conversando com o meu irmão sobre leitura dinâmica. Ele estava me contando que viu o depoimento de um cara falando que lia mais rápido do que virava as páginas e que queria fazer o curso. Não sei se isso é verdade, mas convenci ele a não fazer.

Acho que sou muito tradicionalista quando o assunto é leitura. Sempre li muito e, pela sua descrição de leitura equivocada, sempre li certo. ehehe

Minha posição sobre ler é a mesma que eu tenho sobre gramática. Não adianta fazer um curso para aprender a ler se você quer apreciar um bom livro, assim como não adianta decorar a gramática para escrever bem se você não cria o hábito de ler e escrever.

No seu caso, o curso foi bom porque você já gostava de ler e só andava com dificuldades. Mas acho que não adiantaria para alguém que nunca leu com frequência. Apreciação leva tempo e prática e carinho. E, para mim, ler não é só compreensão. É também apreciação.

De toda forma, parabéns pelo texto!

Postar um comentário

Deixe seus comentários / críticas / elogios.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.