sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Usuários x Empresa

Sempre que se fala alguma coisa em relação aos usuários de sistemas faz-se aquela piada batida: "É só traficante e técnico de informática que tem usuário".

Deixando de lado esse preconceito com usuário e foquemos no real problema: Porque temos tantos problemas com usuários?

A pergunta é muito simples, a resposta idem, mas a solução nem tão simples assim...

Em teoria é fácil, admito. Colocar na cabeça das pessoas para resolver que é o grande problema.

Normalmente se "apaga o incêndio" do problema, mas a causa não é muito verificada. Se uma maquina trava duas ou três vezes, manda-se reiniciar e fica por isso mesmo. Travar uma ou duas vezes é normal, mas prosseguir nisso é evidencia de um problema. Buscar o porquê de estar travando é a melhor medida a ser tomada.

O que eu quero dizer com isso tudo:

Culpar os usuários por desconhecimento é muito fácil. Culpar usuários por fazer bobagem é muito simples. Mas atribuir boa parcela de culpa à empresa por causa do processo de seleção ninguém se lembra de fazer. E pra mim esse sim é a maior fatia do bolo.

Se as empresas, no ato das entrevistas, se preocupassem em fazer uma seleção mais objetiva analisando as características e qualidades dos candidatos possivelmente teríamos muito menos problemas com usuário. Contratadores normalmente perdem muito tempo fazendo aqueles testes e dinâmicas de grupos que não serve o quanto eles pensam. É inconcebível, a menos para esse que vos escrever que uma brincadeirinha pode dizer o que sou e o que eu não sou. Muita subjetividade para pouca praticidade.

Além do problema da contratação, posso apontar mais um que não pode ser creditado, somente, ao funcionário (no caso de já ter sido contratado). Após a contratação e verificação de constantes erros, raramente as empresas se preocupam em treinar seus funcionários, ficando a cargo da TI tentar tapar o buraco dessa deficiência.

Treinamento até existe, porém raramente são de informática básica (que já resolveria 75% dos casos).

Ok. Sabemos que a própria empresa tem sua parcela de culpa nisso tudo. Mas vale ainda ressaltar que é obrigação do funcionário procurar se atualizar (treinamento, cursos, palestra, seja lá o que for). O que acontece, após a contratação, é uma natural acomodação onde o funcionário acha que não tem mais necessidade de evoluir e com isso seu trabalho fica extremamente limitado.

Aí sim, podemos culpar o funcionário. A empresa tem sua parcela de culpa na contratação, mas se a pessoa também não se mostra muito à vontade em aprender, toda a culpa passa a ser dela.

Então, amigos de TI, pensem duas vezes antes de xingar um usuário....

.
.
.
.
NOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOT

4 comentários:

Fillipe disse...

Acho que um profissional que não tenha no mínimo conhecimentos de informática básica encontrará sérios problemas em sua vida profissional. Inclusive, essa deficiência profissional sobrecarrega os profissionais de TI, que na verdade deveriam gerenciar mesmo bancos de dados e não ser "o garoto da informática".

Darth Vader disse...

O seu Comentário, Filipe, resumiu TODO o meu post!

Essa realmente é a visão que se deveria ter.

cHiPs disse...

Infelizmente as empresas ainda investem muito pouco em treinamento e capacitação...

Mas... existem 2 lados da moeda... existem muitos TIzeiros que querem que usuários entendam todo o fluxo da informação dentro do banco de dados e saibam fazer muito além do que sua função se propõe... claro... pra tudo deve existir um equilibrio... é sempre importante termos em mente que empregados capacitados vão ser sempre melhores... mas entendo que a principal função de uma empresa no mundo hoje é GERAR LUCRO... nesse caso, a não ser que sua empresa comercialize produtos de TI, o TI funciona como "meio", ou "suporte" para gerar o tal lucro... mas sozinho não gera... daí vem a premissa para existirem tantos treinamentos em "vendas" e pouquissímos em tecnologia!

Darth Vader disse...

Bom, Me defendendo aqui Chips....

No caso específico que eu levantei nesse post, eu estou falando de informatica básica. Não quero, e nem preciso, que os usuários entendam de fluxo de dados e o resto.

O ponto levantado aqui é a falta de capacitação básica. E por mais que Informática seja somente o e-mail, as pessoas precisam se capacitar.

Postar um comentário

Deixe seus comentários / críticas / elogios.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.