sábado, 12 de setembro de 2009

Com que roupa eu vou?

Situações específicas exigem roupas específicas, mas às vezes a conveniência vira babaquice. Explicarei com exemplos.
Alguns advogados exigem que seus estagiários se vistam da mesma maneira: gravata e afins. As pessoas respeitam os engravatados, mesmo que sejam pessoas corruptas ou burras.
O extremo aconteceu na delegacia. Fui lá buscar um B.O. (boletim de ocorrência) para utilizar o seguro do carro. Chegando lá...

Almighty: Eu vim buscar a cópia do B.O. que requeri ontem.
Policial: Tudo bem, vá no departamento de acidentes de trânsito e peça ao policial de lá.
Agradeci a informação e me dirigi para a sala indicada. Dei dois passos e fui alertado.
Policial: Sinto muito, mas você não poderá ir lá com essa roupa.
Almighty: Por que, qual o problema?
Policial: Você está de bermuda.
Almighty: E...
Policial: Eles só irão te atender se estiver de calça.
Almighty: Seu guarda, eu preciso desse B.O. urgentemente pra consertar o carro. Eu não posso voltar pra minha casa, a pé, só pra vestir uma calça. Vou gastar umas duas horas só pra fazer isso.
Policial: Tudo bem, eu pego o B.O. pra você.
Almighty: Por favor.
Sinceramente, me senti ofendido em nome de todos os profissionais de bermuda do mundo.

10 comentários:

Fillipe disse...

Não sei ao certo. Mas acredito que existe alguma lei específica que trate de algo assim, porque é comum que não permitam a entrada de pessoas de bermuda em órgãos públicos, principalmente os estaduais e os federais. Já nos municipais nunca vi algo assim.

Almighty disse...

Acho que isso é mais um costume, não sei se existe lei estabelecendo isso. Mas que é uma babaquice, isso é. Um camarada que trabalha de bermuda tem que vestir uma calça só pra pegar um papel num órgão público? Não entendo isso.
Um exemplo fora do assunto: fiz uma prova de concurso ontem, e eu era o único que estava de bermuda. O edital não exigiu vestimentas específicas, mas a galera foi de calça mesmo assim. Eles passaram calor, e eu não =D

Fillipe disse...

A véi... acho que ninguém trabalha de bermuda não. =p
aeuhaeuaehuaehuaeheauh

De certa maneira acho necessário mesmo.

Gregory disse...

Não sei se existe uma lei para isso, mas entendo a exigência.
Também sou da opinião de que uma roupa não deve ser critério para julgar ninguém, muito menos servir como espelho de caráter, cultura, idoneidade...
Porém, isso é padronização.
Pense bem, algumas instituições representam a sociedade e devem manter um ambiente sério.
Você foi a uma delegacia de bermuda, e lá só pode entrar de calça por uma simples razão: evitar excessos.
Permitir alguém entrar de bermuda não é o problema. O problema é que não determinando uma vestimenta subentende-se que qualquer uma vale.
Aí está o problema. Pessoas desatentas (diga-se "sem noção") poderão aparecer lá de regata. No outro dia irão sem camisa, short da adidas e chinelo; no outro, de sunga de praia, descalço e com celular no pescoço tocando funk.
Não havendo padronização elas dirão: "Mas eu só vim buscar um B.O.
Acho que você Almighty não deve se sentir ofendido. Pelo contrário, você agora foi avisado e saiu de lá com o problema resolvido. Querendo ou não foi um belo atendimento.

Almighty disse...

Ótimo comentário, Gregory. Concordo com você. Também acho que deve existir uma certa exigência. Mas no meu caso, foi apenas pra pegar um pedaço de papel. Acho que não preciso de roupa social pra fazer isso. Vou me demorar, no máximo, 2 minutos lá dentro.
No Fórum aqui da cidade, a esmagadora maioria dos juízes exigem que os advogados usem terno na audiência. Não discordo disso, acho que, por ser um "ato solene", a formalidade é necessária. Mas um dia, na correria, um dos meus chefes foi numa audiência e esqueceu o terno no escritório. O juiz chamou a atenção dele, mas, depois da explicação, ele relevou.
Resumindo: não sou contra a padronização, mas deveria haver uma tolerância maior. Porém, no caso do camarada de sunga e celular no pescoço, esse merece um tapa na orelha :P

cHiPs disse...

Tá... posso consentir que existe a necessidade de uma exigência de roupa, mas infelizmente sou obrigado descordar que isso é totalmente correto...

A utilização de roupas é nada mais do que uma questão cultural (importada, diga-se de passagem) que herdamos geração após geração e que continua a ser disseminada pela midia e outros meios de disseminação cultural dia após dia... Mas em nenhum momento isso quer dizer que é correto...

Claro, não sou nenhum extremista que vou me fuder pra mostrar pro mundo que isso está errado, amanhã tenho uma "entrevista" para uma nova função e meu terno preto, camisa branca, gravata e sapatos reluzentes já estão separados... mas convenhamos que usar terno e gravata num país tropical e principalmente em regiões mais quentes (que é meu caso) é totalmente ilógico do ponto de vista de: conforto, saúde, etc...

Mas... idéias são a prova de bala... eu não... portanto... sigam o cego...

Almighty disse...

Minha maior crítica a essas exigências de roupa é a questão do calor. Babaquice total exigirem que meros estagiários do Fórum usem camisa social de MANGA COMPRIDA e GRAVATA. Uma camisa social de manga curta, sem gravata, já seria mais que o suficiente, na minha humilde opinião. Já andei de terno num dia ensolarado, e não é nada agradável.
Acho que, em certas situações, deve existir certo formalismo sim. Mas nenhum exagero é bem-vindo.

Gregory disse...

Concordo com o cHiPs que exigir certas roupas não é totalmente correto. Totalmente. A padronização existe para evitar exageros. O problema é que existe exagero para mais também. Exigir terno, gravata e camisa comprida em regiões tropicais (e todos nós sabemos que região tropical é frio comparado a essa sucursal do inferno de onde todos nós viemos) é uma questão cultural (importada) e consiste também em um exagero.
Porém, também acho que vestir uma calça não vai matar ninguém de calor e acredito que alguns lugares - faculdades, delegacias, hospitais - merecem essa formalidade.
Do contrário começa o exagero para menos. E daí para a banalização da Instituição é um pulo.

Fillipe disse...

Ainda bem que eu trabalho mais dentro de casa =D

ueheaueahuaehuaeh

Mas enfim, de qualquer maneira quando preciso prestar consultoria dentro de uma indústria ou empreendimento, a formalidade na vestimenta é necessária.

Darth Vader disse...

Uma vez, um amigo de infância (que não o vejo a 5 anos) me disse: "Suas vestimentas, falsamente, mostram o quão importante voce é. Por mais quente que esteja sua cidade, ande sempre de terno e gravata, todos lhe respeitarão. Menos eu".

Postar um comentário

Deixe seus comentários / críticas / elogios.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.